Campanha “Caixa 2 Não”

O “caixa dois” refere-se a recursos financeiros não contabilizados e não declarados aos órgãos de fiscalização competentes do Poder Executivo brasileiro. Entre os crimes do “caixa dois” estão o de lavagem de dinheiro e de organização criminosa.

Esta campanha pretendeu travar a aprovação de uma emenda numa lista de medidas anti-corrupção, emenda essa que efetivamente iria amnistiar crimes do “caixa dois”.

A campanha começou por ter um website

Caixa 2 Não - Início

Aspeto inicial do website criado para esta campanha na altura em que esta ainda estava a decorrer

Nesse website…

… davam contexto à ação

“Assustados com a mega delação da Odebrecht, os deputados federais colocaram hoje em regime de urgência uma proposta que perdoa todos os crimes de caixa 2 já cometidos no Brasil.

Se eles votarem a favor, nenhum dos políticos e partidos que já ocultaram bens, valores ou serviços usados em atividades partidárias poderão ser punidos. Precisamos mostrar que estamos atentos e que somos muitos a nos posicionar contra esse absurdo!

Por isso, vamos lotar a caixa de email das lideranças partidárias da Câmara exigindo que suas bancadas votem contra a anistia do caixa 2! Preencha o formulário ao lado para mandar seu email de pressão imediatamente.”

 

… disponibilizavam um formulário para fácil envio de email de pressão

Formulário para envio de email de pressão

Formulário para envio de email de pressão contra a amnistia do Caixa 2

 

… sumariavam informação legal importante

Caixa 2 Não - Informação adicional

Informação mais detalhada sobre o tema

 

… e justificavam o seu envolvimento

“Estamos entrando nessa mobilização porque sabemos que a anistia valeria também para todos os políticos locais, incluindo aqueles que atuam nas cidades onde estamos presentes. Temos uma história de vitórias importantes em mobilizações locais e sabemos que juntos fazemos a diferença.”
Esta campanha tirou também partido das redes sociais para divulgar e propagar a ideia do “telefonaço”.

Na conta do Meu Rio no Facebook uma mensagem incentivava as pessoas a telefonar para os deputados fazendo pressão.

Caixa 2 Não - Mensagem da campanha no Facebook

Uma das mensagens partilhada no Facebook e que convidava as pessoas a clicar na imagem animada e a ligar para o deputado cujo nome ficasse legível na imagem parada

A mensagem dizia:

“[TELEFONAÇO!] A população está se mobilizando e – em menos de 24 horas – mais de 23.000 e-mails já foram enviados para os líderes da Câmara pressionando contra a anistia ao crime de caixa 2! Hoje vamos fazer um telefonaço e falar diretamente com os gabinetes dos deputados. Clique no gif e escolha um número para ligar agora!
Se você não sabe o que dizer, temos aqui uma colinha: “Deputado, não vamos aceitar que este absurdo seja aprovado pelo Congresso! Não podemos permitir que corruptos sejam anistiados e eu conto com seu voto pela rejeição à emenda do Caixa 2″
Compartilhe! http://caixa2nao.nossascidades.org.br #AnistiaCaixa2Nao”

 

A mensagem fazia-se acompanhar de uma imagem animada que, para além de captar a atenção das pessoas na timeline do Facebook, por exemplo, tinha também uma utilidade. A imagem animada mostrava, em rápida rotação, os contactos telefónicos dos deputados. A campanha pedia às pessoas para clicarem na imagem e telefonarem para o deputado em cujo nome a imagem parasse.

Dessa forma, a campanha criou um elemento “vistoso”, que pedia alguma interatividade e que garantia uma aleatoriedade no processo de contacto aos deputados.

O Caixa 2 foi retirado da lista de medidas aprovadas e o site da campanha declara esta como uma vitória.

“Graças à intensa participação de mais de 40 mil cidadãos e cidadãs espalhas pelo Brasil conseguimos barrar a emenda da anistia ao caixa 2 na Câmara dos Deputados!”

 

Caixa 2 Não - Mensagem de vitória no Facebook

Mensagem partilhada no dia 30 de novembro no Facebook anunciando que a amnistia ao “caixa dois” não havia sido aprovada

Contudo, e porque em democracia / política / sociedade nada é tão simples, nem nada é apenas preto e branco, são muitas as pessoas que, nas redes sociais, questionam esta vitória pois, apesar de esta medida ter sido retirada, foram incluídas outras eventualmente piores.

Atividade do Projeto

Sem actualizações de estado

Deixe o seu comentário

Contactos

Tem questões sobre o Projeto Cidadania 2.0?
Tem sugestões? Quer ser nosso parceiro?
Por favor contacte-nos em info@knowman.pt

Subscrever newsletter

Quero receber:

Apoios

Logo da Samsys

Regressar ao cimo